Guarda sonhos- o tempo da delicadeza

Postado em:
  • sábado, 29 de maio de 2010
  • por
  • Chris Galdino
  • in
  •  Na noite da última quinta-feira, 27.05, parecia que eu estava na sala da minha casa ou de outro lugar que "faça eu me sentir em casa". Sentados em confortáveis e coloridos sofás e poltronas desorganizadamente arrumados, alguns tomando uma caipiqualquercoisa, assistimos a "brincadeira" da bailarina e atriz Tainá Barreto, no espaço MUDA. Integrantes do Grupo Peleja, Tainá, e seu companheiro Lineu, vieram lá das bandas de Campinas há uns dois anos com vontade de ver e viver mais de perto o cavalo-marinho, o frevo e maracatu rural pernambucanos. Resolveram ficar por aqui...que bom! Deixa eu voltar ao solo de Tainá, ao GUARDA SONHOS de Tainá. Nunca a tinha visto em cena antes. Um complexo de informações apareceram ali na movimentação e nas expressões, e talvez seja complexo de tão singelo que é. Somos convidados a entrar num universo lúdico, numa mistura de realidade e ficção. O passista de frevo, o brincante de cavalo-marinho, o caboclo de lança do maracatu rural...são fantasia dos múltiplos personagens que parecem sair literalmente da boca da intérprete e- também literalmente- ganhar corpo. O lúdico e às vezes cômico tem cara de ternura e delicadeza, mesmo quando em contraste com as contrações musculares repetidas na dança de Tainá. Perguntei a ela, depois da apresentação, se o trabalho colocava em cena um ou vários personagens? E a resposta não poderia ser melhor: São vários, mas todos sou eu. Talvez a gente não tenha consciência, mas não só os artistas contemporâneos são múltiplos assim, essa é a marca do nosso tempo. A nossa época nos fez assim: muitos em um e um em muitos. Outra coisa que o GUARDA SONHOS deixou em mim foi uma agradável leveza. Escolhendo ser brincante contemporânea, a atriz bailarina consegue colocar suas questões sem pesar em nós, espectadores. E talvez por isso, imaginei logo um público infantil (encabeçado pela minha filha Lua Magna, de 9 anos) interagindo com aquele trabalho. Queria especialmente ver a reação delas, ouvir seus sábios e tão contemporâneos comentários...
    Aproximar as crianças da arte contemporânea: acredito que este seja um bom caminho para a tão desejada (e às vezes desprezada por alguns artistas, que dizem não pensar no público quando do seu processo criativo) ampliação do público, a tal da formação de platéia.
    Não sei você, mas eu acredito que a obra de arte só acontece nesse encontro, no binômio inseparável artista-público. Que venham as crianças então para o GUARDA SONHOS de Tainá ficar ainda mais leve.
    E quem estiver pelo Recife, passa no MUDA que tem sempre coisa interessante rolando naquele espaço multidisciplinar, e ainda tem loja de roupas, comidinhas e bebidinhas gostosas. Vale a pena demais! O MUDA fica em Santo Amaro, na Rua da Lima (que é aquela rua da TV Jornal-SBT),tá?

    4 comentários:

    Maurileni Moreira disse...

    Sim, sim, sim... Você vai no seu painel, clica em layout e depois em adcionar um gadget, procura o item LISTA DE BLOGS e pronto... é só completar e adicionar, atualizar seus blogsroll... Abraços!!! Você em seus arquivos tem algum texto, artigo que fale, discorra sobre processos criativos em dança contemporânea??? Se tiver, encaminha para o meu email, por favor: deliberdadesoufeita@gmail.com

    Chris Galdino disse...

    Obrigada Mauri...consegui...vou ver nos meus textos algo do gênro e te envio esta semana. bjs

    Tainá Barreto disse...

    Oi Chris! Sinto-me lisonjeada pelo texto. Que bom que vc tenha se deixado tocar pelo trabalho, dispensando a ele um olhar tão delicado também. Parabenizo-a pelo blog na esperança de que eu, tão ausente e devagar na vida virtual, me faça mais presente neste mundo internáutico... a gente se vê!
    Beijo da Tainá.

    Chris Galdino disse...

    Vamos usar todos os espaços até os virtuais, né, Tainá? Te espero por aqui e ao vivo também...bjs pra Elisa e Lineu

    Postar um comentário

     
    Copyright (c) 2010 | Todos os direitos reservados Blog Oficial EscHritos de DANÇA by CHRISTIANNE GALDINO
    Modelo adptado por: Topetinho Webdisiner